por Elaine Silveira

Qual a sua estratégia para procurar objetos perdidos? Já recorreu alguma vez ao São Longuinho? E encontrou mesmo né? A Ciência descobriu como isso funciona. Pesquisadores do Departamento de Psicologia da University of Wisconsin-Madison e Pennsylvania University comprovaram que dizer em voz alta o nome de um objeto perdido aumenta consideravelmente as chances de encontrá-lo.

Os cientistas Gary Lupyan e Daniel Swingley sugerem no estudo que o discurso auto dirigido pode modular o processamento visual auxiliando a função cognitiva e a percepção, permitindo melhora na concentração e aumento significativo na velocidade e eficiência da busca.

Minha irmã já conhece esse recurso há muito tempo e atribui a sorte a São Longuinho, o qual sempre teve como um grande aliado. E ela garante que funciona mesmo, mas que precisa pedir em voz alta pra ter resultado: “São Longuinho, São Longuinho, São Longuinho, se eu achar (falar o nome do objeto perdido) eu dou três pulinhos.”

Dizem que de cientista e louco todo mundo tem um pouco, e eis que minha irmã teve uma comprovação científica para a sua fé. Pelo menos ninguém mais vai achá-la doida por ficar chamando o tal do objeto desaparecido por aí, já que agora ela conta com o respaldo da ciência. Sorte dela, porque ela vive perdendo as coisas.

Então, lembre-se, quando precisar encontrar algo fale em alto e bom tom que você terá grandes chances de sucesso. Se você vai atribuir o fato de encontrar seus objetos perdidos à sua fé a São Longuinho, como é o caso da minha irmã, ou à ciência, importa apenas a você. O importante mesmo é pedir em voz alta. Vai que o São Longuinho não escuta bem….. e o seu cérebro também não.

Quanto aos três pulinhos. Bom, isso já é outra história.

O artigo é intitulado “Self-directed speech affects visual search performance” (Discurso auto direcionado afeta o desempenho de busca visual), e foi publicado no Quarterly Journal of Experimental Psychology.

Para saber mais sobre o blog:

É tempo de compartilhar. Compartilhar é se importar.

Unicidade – Integração Plena

© Elaine Silveira, unicidade.org, 2016. É proibido o uso não autorizado e / ou duplicação deste material sem a permissão expressa e por escrito da autora deste site. Trechos e links podem ser utilizados, desde que o crédito seja claro e dado à Elaine Silveira, unicidade.org, com direção adequada e específica para o conteúdo original.

Para compartilhar com seus amigos ou deixar seu comentário vá para o final da postagem. Vou adorar saber sua opinião.

Gratidão!!!

Anúncios