Como ser feminina quando se busca conquistar espaços viciados e saturados pela energia masculina?

Eu sempre me emociono quando ouço a música do Chico César

“Eu sei como pisar no coração de uma mulher. Já fui mulher eu sei. Já fui mulher eu sei…”

Até quando vamos carregar as marcas das sapatilhas de arame?

Já é uma realidade que a mulher vem ocupando espaço em universos antes exclusivamente masculinos. Hoje, está financeiramente mais capacitada e profissionalmente habilitada, mas a desigualdade ainda é uma realidade e as mulheres são vítimas de violência, preconceito e crimes indescritíveis contra a honra. Tanto é que a promoção da igualdade de gêneros é um dos Objetivos do Milênio da ONU.

Mas como me adequar na rotina de um universo tão masculinizado sem perder a essência feminina?

Competir o espaço do homem usando da mesma energia que ele é desgastante, mas há um espaço que está lá, vazio, precisando ser preenchido, esperando você reclamar por ele. O mundo precisa de mulheres sendo mulheres nas finanças, nos negócios, na política, na cultura, na arte, na saúde, na educação, enfim, todos os setores carecem do feminino. É momento de ocupar o nosso espaço sim, mas de forma a expressar e impor o feminino no mundo. A maneira masculina de conduzir o mundo não serve pra nós.

As mulheres são especialmente afinadas para andar tanto no mundo espiritual como no mundo terreno. O que precisamos então? Resgatar, empoderar-se da feminilidade e, então, reclamar o nosso espaço no mundo, seja em que atividade for, desde que coloquemos à frente, no comando, nossa essência feminina, nossa força espiritual intuitiva, os poderes internos latentes. Imagine isso aliado às qualidades profissionais!!!

No entanto, se a mulher não estiver bem equipada com auto-conhecimento e poder espiritual dentro de si mesma, é difícil sustentar a auto confiança num mundo condicionado pela ditadura machista.

A mulher já foi colocada na fogueira, queimada viva, castigada por suas habilidades de cura e manipulação de ervas medicinais. O medo e a tirania nos intimidou e o mundo ficou sob o domínio da energia e força masculinas. Nossas mentes foram condicionadas pelo sistema educacional, pelas pregações religiosas que impuseram uma inferioridade mutiladora da essência feminina.

Mas nem sempre foi assim. Você sabia que a maioria das culturas indígenas reconheciam as qualidades únicas e poderosas das mulheres? A força espiritual feminina era reverenciada e respeitada. Em algumas culturas, toda a estrutura da sociedade era matriarcal. Em outras, os dons espirituais das mulheres eram considerados o caminho para o Divino. As mulheres realizavam papéis honrados de líderes, conselheiras, sábias, curandeiras, videntes.

Como mulheres, mais do que geradoras de vida, somos geradoras de luz. Somos nós que mantemos na humanidade os aspectos femininos da delicadeza e sensibilidade, compaixão, carinho e bondade. Somos nós que ensinamos o mundo a trabalhar com o coração. E é somente através da ancoragem e reconhecimento do Feminino Divino que o equilíbrio planetário pode ser restabelecido.

Sua essência feminina está aí, latente, suplicando por esse resgate. Como geradora de luz, a mulher ouve um chamado interno constante que diz: Dá a luz, dá a luz, dá a luz. E a leitura que ela faz disso é gerar um filho. Gerar um filho é grandioso mas a capacidade de dar a luz vai muito além. A mulher é a geradora de luz da humanidade pela sua capacidade de amor incondicional. Empoderar-se espiritualmente é despertar a “consciência” sobre sua real natureza, reconhecer a “verdade” sobre si mesma. Essa consciência é altamente capacitante e motivadora.

Eu acredito que as mulheres levarão o nosso futuro. E as mulheres espirituais estão à frente porque estão usando seus dons inatos para servir o mundo, seja em que área for. Essas mulheres não estão preocupadas em ficar à frente em detrimento dos outros. Essa é a maneira antiga, a forma masculina de conquistar o mundo, na garra e na força. As mulheres empoderadas espiritualmente têm uma postura de colaboração, visão comunitária, criativa, de apoio mútuo.

O fato é que quando estamos conectados com o Eu Superior nos sentimos confiantes. Sabemos e reconhecemos o nosso valor. E sabemos exatamente a maneira como devemos nos colocar no mundo. O empoderamento espiritual feminino é uma total conexão com o todo, é estar em atenção plena com o mundo à sua volta. É gratificante, motivador e incrivelmente próspero.

O conteúdo de unicidade.org é um convite à transformação através de práticas de yoga, meditação, cuidados com a saúde e textos que levam à reflexão existencial e reestruturação da mente. Aqui um panorama geral do blog com link para algumas das postagens mais visitadas.

Anúncios