por Elaine Silveira www.unicidade.org

Uma recente descoberta da Universidade da Califórnia derrubou um dos conceitos mais fortes da nutrição: o de que as gorduras são as vilãs da saúde. Convido você a essa leitura reveladora.

Ao final, você entenderá porque:

  • Comer Gordura é a melhor maneira para Queimar Gordura
  • Alimentar o cérebro é vital para maior energia e melhor rendimento
  • Gordura faz bem, é essencial para a saúde e é a maneira mais efetiva para combater a obesidade

Voltaremos um pouco no tempo, na década de 50, quando o açúcar (sacarose) era considerado um fator de risco para a Doença Cardíaca Coronária (DCC). Esse conceito foi desafiado em 1965, quando 3 pesquisadores de Harvard publicaram na prestigiada New England Jornal of Medicine uma revisão de literatura que “inocentou” o açúcar e destacou a gordura e o colesterol como as causas alimentares de DCC. Essa publicação teve grande repercussão e foi aceita por toda comunidade científica e médica, de maneira que a gordura tornou-se a maior vilã dos problemas cardíacos.

No entanto, em setembro de 2016, pesquisadores da Universidade da Califórnia encontraram documentos, relatórios e declarações da indústria açucareira que sugerem que o estudo de Harvard foi “encomendado” e patrocinado pela Sugar Research Foundation (SRF) conhecida hoje como Sugar Association. Segundo o artigo “Sugar Industry and Coronary Heart Disease Research”, a pesquisa publicada em 1965 foi uma fraude, os pesquisadores foram pagos para fazer uma revisão tendenciosa de forma a atender aos interesses da indústria açucareira. Ainda hoje, apesar de já existirem muitos estudos que desafiam a hipótese lipídica, como relacionado nas referências bibliográficas no final da postagem e mais de 70 referências na postagem seguinte, ainda há resistência por parte de profissionais não atualizados e presos a esses velhos conceitos e as pessoas com fobia das gorduras.

captura-de-tela-2016-10-27-15-30-40

Quando decidi fazer Biomedicina me questionaram porque eu não optei por Nutrição que, de fato, seria bem interessante em função do trabalho que fazia voltado à desintoxicação orgânica através de terapias naturais. Uma abordagem nutricional realmente poderia agregar muito no trabalho. Mas minha resposta era sempre a mesma: os discursos sobre os males das gorduras, do sal e do ovo, dietas que contam calorias, alimentos light, etc….nada disso fazia muito sentido.

E olha só isso. Harvard e New England!!!! Fraude envolvendo dois grandes nomes da pesquisa!!! O que dizer sobre isso? Um conceito aceito desde 1965 que é uma fraude. E, o mais incrível é que, embora já existam muitas comprovações a respeito da importância da gordura na dieta, ainda vai levar um tempo para que as pessoas consigam acabar com a fobia da gordura. Para isso, INFORMAÇÃO. O melhor de todos os argumentos.

Como disse um dos autores da pesquisa, o professor da U.C.S.F, Stanton Glantz, ao New York Times : “Eles foram capazes de inviabilizar a discussão sobre o açúcar ao longo de décadas”.

Sai o conceito: Evite Gordura para Queimar Calorias.

E entra:

Coma Gordura para Queimar Gordura!

Seria então de se entender porque as dietas Cetogênica, Low carb, Paleo e Bulletproof Diet, a dieta à Prova de Balas, vêm ganhando tantos adeptos. Apesar de haver diferenças entre elas, praticamente o que elas todas têm em comum é uma alimentação rica em gorduras, moderada em proteína e baixa em carboidratos, objetivando levar o corpo à cetose e a regulação da insulina. Quais seriam as gorduras saturadas que são o pilar dessas dietas?

slide1

Se considerarmos que 60% do cérebro é composto por gorduras entenderemos porque os alimentos gordurosos são considerados o motor do cérebro.  A bainha de mielina, responsável pela comunicação entre os neurônios, é constituída por 80% de gordura. Mas não confunda a gordura da qual o cérebro é composto com a gordura do seu culote. Aqui estamos falando das gorduras nobres, a elite das gorduras. As gorduras polinsaturadas EPA (eicosapentaenoico) e DHA (ácido docosahexaenoico), são ácidos graxos do tipo ômega 3, principais constituintes do cérebro e também presentes nas membranas  celulares, que possuem uma bicamada lipídica. As gorduras também são precursoras de muitos hormônios e carreadoras de vitaminas. Ou seja, gorduras são sim mais do que necessárias, são fundamentais. Então, não faz todo sentido pra você nutrir-se de gorduras? Mas o que comer para ter um corpo saudável e nutrir o cérebro? A resposta é: Gordura Saturada de Boa Procedência. Para isso, os alimentos da pirâmide acima devem compor 65 a 75% da sua dieta.

slide2

O que deve ser considerado:

Um dos maiores equívocos da nutrição ficará marcado pela era dos produtos light com baixo teor de gordura. Não é comer gordura que engorda mas sim consumir quantidades excessivas de carboidratos (CHO). Além disso, gorduras sustentam mais do que CHO e aumentam a saciedade.

Mas as gorduras saturadas ricas em colesterol não causam doenças cardíacas? Não! As gorduras saturadas foram erroneamente responsabilizadas por doenças cardíacas com a ajuda de pesquisas precárias e políticas de alimentos desprezíveis. Fontes importantes de divulgação científica estão reconhecendo isso, como por exemplo, a capa de junho de 2014 da Time Magazine que anunciou:

Coma manteiga. Os cientistas rotularam a gordura como o inimigo. Por que eles estavam errados?

Revista Time

Pode parecer contraditório ingerir gordura para queimar gordura, mas é isso mesmo. Ao consumir gorduras saudáveis na sua alimentação, o corpo não necessitará manter uma reserva de gorduras na sua barriga, braços, pernas etc. Entenda o porquê:

  1. Carboidratos elevam o nível de açúcar no sangue. Por isso, você deve evitar os doces, alimentos de alto índice glicêmico e ricos em amido, como pães e massas. O excesso de hidratos de carbono no sangue é transportado e armazenado no fígado e músculos. Quando o fígado está saturado, ele transforma a glicose em triglicérides e a gordura se acumula nas células, no tecido adiposo. Resultado: obesidade;
  2. Quanto ao emagrecimento, com a gordura responsável por pelo menos 70% de sua dieta, é provável que você emagreça mais rápido e com saúde. Gorduras saudáveis aumentam a energia sem ganho de gordura corporal e sem afetar negativamente o perfil de colesterol. Além disso, os lipídios, e aqui me refiro às gorduras boas,  são a maior fonte de energia para o corpo e ajudam na absorção das vitaminas A, D, E e K. e são precursores para a síntese de vários hormônios;
  3. Ok, mas como funciona isso? Comer gordura para eliminar gordura?
    • Ocorre que, devido à restrição de carboidratos, o corpo fica privado do fornecimento usual de glicose. Para fornecer energia para o organismo, o fígado quebra os ácidos graxos provenientes do tecido adiposo e das gorduras da alimentação, ou seja, ele vai usar suas gordurinhas excedentes, do seu culote por exemplo. O metabólito resultante, os corpos cetônicos, são a fonte de energia para as células.
  4. Lembre-se que a queima de gordura acontece apenas quando o corpo está em cetose. Então você terá que se livrar da fobia das gorduras e parar de procurar alternativas light com “baixo teor de gordura”. Use óleo de coco para cozinhar. Os TCMs (triglicérides de cadeia média) fazem parte de uma classe especial de gorduras que têm como principais características a fácil assimilação e conversão em energia para o corpo.
  5. Se você come carne vermelha, opte por carnes orgânicas que são ricas em vitaminas e ácidos graxos essenciais. Carne saudável provém de animais que vivem livres e se alimentam de pasto, são criados sem a utilização de antibióticos, hormônios, vermífugos, promotores de crescimento, estimulantes de apetite, rações e grãos contaminados por micotoxinas, metais tóxicos, ureia e outros aditivos. Da mesma maneira,  o leite e a manteiga provenientes de vacas que vivem nestas condições são ricos em nutrientes e gorduras de alta qualidade. O mesmo vale para quem consome aves e ovos.
    • Comer carne comum de frigoríficos de grande produção é um grande risco.  Isso sem falarmos na crueldade com os animais e danos ao meio ambiente.
  6. Essa dieta não se limita aos carnívoros. Vegetarianos também têm opções de gorduras saturadas “do bem”. Inclusive, as fontes de gorduras mais saudáveis não são encontradas em carnes, mas sim em produtos lácteos orgânicos sobretudo a manteiga e o ghee (ômega 3), ovos caipira (ômega 6), abacate e azeite de oliva (ômega 9), manteiga de cacau, chia (ômega 3), algas marinhas, linhaça e oleaginosas como nozes – super nutritivas e ricas em ômega 3 e 6 – e macadâmias para fornecimento de ômega 7. Embora fique mais restrito para veganos, que não consomem nem ovos nem produtos lácteos, ainda assim várias das opções citadas são veganas e excelentes para uma dieta ceto saudável. Mas é importante uma consulta com nutricionista atualizado para orientar e verificar a necessidade individual de suplementação. Reforçando: Nutricionista Atualizado.
    • Eu particularmente não consumo  carne, tanto pela exploração e crueldade animal como pelo fato da agropecuária ser responsável por mais de 40% do desmatamento, 50% na emissão de gases de efeito estufa, e pela qualidade da carne cheia de hormônios, antibióticos e metais pesados . Além disso, no Brasil é dificílimo, perto do impossível, de encontrar carnes orgânicas e de produção sustentável.
    • No entanto, não estou aqui para fazer qualquer juízo de valor a respeito da alimentação. Esse texto tem caráter puramente informativo. Apenas sugiro que você considere que as maiores fontes de gorduras saturadas “DO BEM” não são provenientes da carne e que as carnes convencionais não são saudáveis.  Pesquise mais sobre isso.
  7. Atenção, gordura não é proteína, qualquer excesso de proteína também será convertido em açúcar, aumentando os níveis de glicose de forma que o corpo não consegue manter a cetose. Em média, 70 a 80 gramas de proteína são ideais e opte pelas proteínas de alto teor de gorduras, tanto nas carnes quanto nos peixes. No final do dia, a proteína deve ser responsável por no máximo 25% dos macronutrientes;
  8. Consuma apenas peixes selvagens e não de cativeiro. Os mais ricos em EPA/DHA são o salmão selvagem, sardinha, atum, cavalinha e arenque. O salmão de cativeiro não é recomendado.
  9. Suplementos como magnésio, potássio e vitamina D são importantes em uma dieta cetogênica. A água de coco é uma ótima fonte de potássio;
  10. Mime-se com chocolate amargo. Com o tempo você se acostuma e até vai achar o chocolate ao leite muito doce e enjoativo. Além de reduzir o açúcar a praticamente zero também não é recomendado fazer uso de adoçantes artificiais como o aspartame e a sucralose, que são feitos a partir de produtos químicos e são de difícil digestão. Os adoçantes mais indicados são stevia (pura e 100% natural) e xilytol (desde que não seja de milho transgênico);
  11. Na dieta ceto sal é uma obrigação para evitar o desequilíbrio de sais devido à liberação de sódio no seu corpo, que pode resultar em fadiga, náuseas, dores de cabeça e tontura durante os primeiros dias de dieta. Adicione sal para minimizar esses sintomas. O sal também não é um vilão na sua alimentação, mas sim a qualidade do sal que você consome. Opte pelo sal rosa e o sal marinho de procedência confiável;
  12. Em uma dieta keto, como também é conhecida, é importante a ingestão de muita água. Isso porque a água é dissipada muito rapidamente e os eletrólitos são excretados pela urina. A Água de Coco é uma opção confiável e de baixo teor de açúcar para a reposição de eletrólitos;
  13. Vegetais não entram no cardápio? Sim, claro, e são importantes fontes de vitaminas, minerais e fibras. Cuidado na classificação dos alimentos para não exagerar nos carboidratos. A batata inglesa, por exemplo, é composta basicamente por CHO e possui alto índice glicêmico, prefira a batata doce mas não a consuma com frequência. Verduras e legumes como aspargos, couve, brócolis, couve flor, espinafre, endívia, quiabo, cenoura, berinjela, vagem, repolho, abóbora, abobrinha são ótimas opções para compor a sua dieta e contêm pouca quantidade de CHO;
  14. Você deve estar se perguntando: E as frutas?  Além do coco e do abacate que são liberados e super indicados pois são fontes de gorduras saudáveis, as outras frutas são restritas a apenas uma porção por dia porque têm muita frutose e elevam o índice glicêmico do organismo.  Já as frutas silvestres, como amoras, morangos e as berries possuem menos açúcar e são mais recomendadas. Está surpreso? Também tinha esse conceito de que o açúcar da fruta é saudável. Mas você sabia que as frutas sofreram alteração genética para ficarem mais doces e palatáveis? Mais açúcar, mais CHO, mais glicose, o que impede seu corpo de entrar em cetose. Por isso a restrição de consumo, ok?

 

captura-de-tela-2017-03-06-11-05-05A pirâmide acima teve o propósito de evidenciar os macronutrientes da dieta cetogênica, de maneira a ajudá-lo a assimilar os alimentos que devem compor 70 a 80% da alimentação para levar o corpo à cetose. No entanto, ao longo desse artigo você pôde ver que o cardápio é bem variado e inclui outros alimentos, seguindo e respeitando as proporções.  Isso nos leva a outra pirâmide mais completa a partir da qual você faz o seu cardápio. slide3

Em proporções de macronutrientes, a dieta se divide da seguinte maneira:

  1. a ingestão de carboidratos e amidos não deve ultrapassar 5 a 10%, incluindo as frutas; 
  2. proteínas em torno de 15 a 20%;
  3. gorduras de 70 a 80% da dieta.

E assim vão se quebrando paradigmas e mitos da alimentação. Assim foi com o ovo, a cafeína, a gordura e até o sal, reforçando que deve ser substituído por opções mais saudáveis como o sal rosa e o sal marinho, mas de forma alguma ser retirado.

Conheça o seu corpo. Aquilo do qual ele é composto é o que ele mais precisa pra se manter: Fontes de gordura, água e colágeno (a proteína mais abundante no organismo) não podem faltar na sua dieta.

A transição da queima de calorias para queima de gordura não é uma mudança simples. Envolve descondicionamento de conceitos profundamente enraizados. É preciso disciplina, determinação e paciência pra sentir e se beneficiar dos resultados. No entanto, o objetivo desse artigo não é prescrever uma dieta mas sim chamar a sua atenção para uma nova realidade na nutrição:

A de que alimentar o cérebro é o caminho para maior energia, melhor rendimento e uma perspectiva otimista com relação à obesidade. Busque um profissional nutricionista ou nutrólogo atualizado para te orientar a uma alimentação saudável, tendo como principal fonte as gorduras saudáveis.

Em yoga, dizemos que o corpo trabalha para servir a mente, a mente serve o espírito e o espírito serve a Deus. Todos em UNICIDADE. Corpo como Templo. Alma como Altar. Cuidemos, então, do nosso cérebro e de nossas células, onde habita a nossa consciência.
Slide70

PRATIQUE A SAÚDE. SAÚDE TAMBÉM REQUER ATITUDE E DISCIPLINA

Sugestões de Leitura:

  • Este artigo não te convenceu? Não acredite em mim. PESQUISE. ESTUDE!!! No próximo post tem a tradução de um artigo incrível: A Verdade sobre as Gorduras Saturadas – “The Truth About Saturated Fat” , uma revisão bibliográfica baseada em mais de 70 artigos científicos.
  • Anahad O’Connor. New York Times. How the Sugar Industry Shifted Blame to Fat. Sep.12, 2016 – https://www.nytimes.com/2016/09/13/well/eat/how-the-sugar-industry-shifted-blame-to-fat.html?_r=0
    Disponível em <https://www.nytimes.com/…/how-the-sugar-industry-shifted-bl…>
  • Kearns CE et al., Sugar Industry and Coronary Heart Disease ResearchA Historical Analysis of Internal Industry Documents. JAMA Intern Med. Disponível em http://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/article-abstract/2548255
  • Livro “A Dieta da Mente: A surpreendente verdade sobre o glúten e os carboidratos – os assassinos silenciosos do seu cérebro”, o neurologista e nutricionista americano David Perlmutter relaciona através de diversos estudos científicos que o consumo de glúten e carboidratos não apenas engordam como também matam o cérebro aos poucos. O estudo aponta uma relação entre o consumo de alimentos como trigo, aveia, cevada e seus derivados e o desenvolvimento de doenças degenerativas como o Alzheimer, depressão, enxaqueca, entre outras. Segundo o autor, as gorduras não são vilãs da alimentação e o consumo de gorduras causa obesidade se estiver sob os efeitos negativos dos carboidratos. Isso porque os CHO levam o organismo à um processo de inflamação e oxidação. O LDL (conhecido como colesterol ruim) oxidado não cumpre sua função de transportar o colesterol (HDL) para o cérebro e a gordura se acumula nas artérias.
  • https://blog.bulletproof.com

As informações publicadas neste blog não visam substituir tratamentos convencionais, mas sim ser um portal de informação. Sempre peça orientação a um profissional de saúde atualizado e de sua confiança.

O conteúdo de unicidade.org é um convite à transformação através de práticas de yoga, meditação, cuidados com a saúde e textos que levam à reflexão existencial e reestruturação da mente. Aqui um panorama geral do blog com link para algumas das postagens mais visitadas.

“Eu não tenho tempo” não é uma desculpa para não se cuidar. Nutrir o corpo e o cérebro não é opcional. Se você não arrumar tempo para cuidar da sua saúde, mais tarde todo seu tempo será exclusivo para tratar das suas doenças.

 

© Elaine Silveira, unicidade.org, 2016. É proibido o uso não autorizado e / ou duplicação deste material sem a permissão expressa e por escrito da autora deste site. Trechos e links podem ser utilizados, desde que o crédito seja claro e dado no início da postagem à Elaine Silveira, unicidade.org, com direção adequada e específica para o conteúdo original https://unicidade.org/2016/10/27/acucar-vs-gordura-a-mentira-desmascarada/.

Compartilhe Conhecimento. Compartilhar é se importar.

 Para deixar seu comentário vá para o final da postagem.

Vou adorar saber sua opinião.

Gratidão!!!

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Anúncios